28 de dezembro, segunda-feira

As 5 principais etapas de um projeto arquitetônico

arquiteto desenhando as etapas de um projeto arquitetônico

A área de arquitetura permite que o profissional trabalhe constantemente com a criatividade e a praticidade. Logo, conhecer as etapas de um projeto arquitetônico é totalmente imprescindível ao conhecimento dele.

Cada uma delas, divididas de maneira estratégica, requer total atenção e comprometimento daquele que se propôs a entregar um resultado único ao cliente, alinhado ao que foi definido no escopo.

Portanto, se você deseja ficar por dentro das características dessas fases importantes, continue conosco e tire todas as suas dúvidas nos tópicos abaixo!

1. Briefing e definição do programa

Essa é com certeza uma das mais importantes etapas de um projeto arquitetônico. Afinal, é nessa fase onde o profissional da área terá a oportunidade de conhecer a fundo os desejos, anseios e expectativas do cliente quanto ao investimento que será feito.

Portanto, prepare um checklist de perguntas, esteja disposto a ouvir atentamente o que ele tem a dizer e sempre se mostre à disposição de esclarecer qualquer dúvida que ele tiver.

Ademais, nem sempre é possível fazer uma reunião presencial com o cliente, a exemplo tivemos a situação com a última pandemia. Nesses casos, o ideal é ter um questionário para ser enviado, o mais completo possível. Ainda, se viável, marcar uma call online.

Entretanto, em tempos normais o mais indicado é conversar pessoalmente com o cliente, para assim elaborar o estudo preliminar.

2. Levantamento (visita ao local)

Esse levantamento de dados permite o conhecimento relacionado a infraestrutura, condições topográficas, vizinhança, metragem e demais informações que deverão estar alinhadas as duas importantes normas da ABNT: NBR 13532 e a NBR 6492.

Priorize o fato de conhecer bem aquela área, em busca de histórico de construções que foram feitos ou estão em andamento no local. É um cuidado que ajudará na sua análise preventiva e fará com que toda equipe trabalhe com total convicção do que é feito.

3. Estudo preliminar

Essa com certeza é uma das etapas de um projeto arquitetônico mais aguardadas pelo profissional da área. É nela o desenvolvimento das soluções que serão apresentadas para o cliente.

Em suma, é a primeira proposta, normalmente apresentada com plantas baixas humanizadas, perspectivas e algumas vistas.

Assim que este estudo preliminar é aprovado pelo cliente, já é possível começar o anteprojeto.

4. Anteprojeto

O anteprojeto de dados já pode ser considerado uma etapa mais técnica,  onde se apresentam os detalhes finos do projeto arquitetônicos, tais como: revestimentos da fachada e dos pisos, tipo de telha, detalhes das portas e esquadrias, cores, entre outros.

Nessa fase, é apresentado através de plantas baixas as especificações individuais de cada ambiente. Além disso, também as plantas de cobertura, cortes, fachadas,  planta de locação no terreno, planta de situação  e uma maquete eletrônica geral.

Depois dos ajustes finais dessa fase, é possível passar para a seguinte: o projeto executivo.

5. Projeto executivo

No projeto executivo deve constar todas as especificações de forma mais aprofundadas e de acordo com as exigências dos órgãos públicos em questão. Inclusive, normalmente é o cliente que fica responsável pelo envio desse projeto à Prefeitura e também pelos pagamentos de taxas e emolumentos legais (caso existam).

Depois da aprovação do cliente e dos demais órgãos, é feito um documento que mostra todos os detalhes para a execução da obra, relacionados a todos os elementos que compõem a concretização do resultado desejado em uma residência ou ambiente corporativo.

Lembrando que a etapa do executivo é o projeto final detalhado minuciosamente, o qual também será enviado ao canteiro de obras de tal forma que o construtor consiga entender e edificar a construção sem a presença constante do arquiteto no local.

Dica importante: esclarecimentos com o cliente

Conhecer as principais etapas de um projeto arquitetônico é sim muito importante para o profissional, que tem a liberdade de adicionar mais processos conforme for o seu trabalho.

Porém, existe um cuidado ainda maior nessa questão que é deixar o mais claro e transparente possível ao cliente quais são as etapas e os detalhes de cada uma delas (duração, o que será feito, como funciona, quais os motivos etc.).

Enfim, quanto mais detalhes, melhor. Afinal, um cliente não tem a obrigação de saber do que se tratam essas etapas e por muitas e muitas vezes não entendem a importância de cada uma delas escalonadas.

Durante a leitura deste artigo você conheceu as etapas de um projeto arquitetônico. Procure executá-las com total precisão e sempre conte com materiais de qualidade para garantir a satisfação do seu cliente.

A QTMOV dispõe de soluções práticas atender o público moveleiro. Visite nosso site e conheça nossos produtos!

14 de dezembro, segunda-feira

4 tecnologias de ambiente corporativo para seu projeto

Ambiente corporativo para seu projeto

No intuito de apostar no futuro de uma empresa, escritórios de arquitetura e áreas afins apostam no uso de determinadas tecnologias no ambiente corporativo. Tudo com foco em dar continuidade a transformação digital em diálogo com a indústria 4.0.

Hoje em dia esses ambientes podem contar com soluções de mobiliários que garantem o conforto e o bem-estar do público interno. Afinal, a produtividade e a excelência na prestação de serviços depende muito da satisfação daquele indivíduo em estar um lugar favorável à criatividade e à inovação.

Se você deseja entender o quanto a tecnologia traz mudanças positivas no dia a dia, não deixe de conferir as informações dos tópicos abaixo. Continue conosco e tenha uma boa leitura!

Tecnologia no mobiliário corporativo

Quem trabalha em projetos de arquitetura focados em ambiente corporativo já deve ter percebido que assim como ocorreram mudanças na cultura organizacional, existem melhorias nesses locais com foco na integração de equipes e otimização de espaços.

É com base em certas tendências que o profissional da área deve mostrar soluções interativas, de acordo com os dias atuais. Principalmente na parte de decoração e escolha dos móveis, a fim de alinhar expectativas para que não ocorram retrabalhos ou alterações que certas fases do seu projeto.

1 – Soluções mais procuradas para mobiliários corporativos

Aqui na QTMOV, as soluções mais procuradas por nossos clientes que trabalham em projetos de arquitetura e decoração de ambientes corporativos, são:

Carregamento sem fio (por indução): uma solução prática para manter dispositivos com carga o dia inteiro, sem dependender de fios e promovendo a adaptabilidade para qualquer escritório.

Carregamento sem fio (por indução)

Inclusão de tomadas, conectores, plugues e fontes na decoração: a possibilidade de esconder ligações não só agregam na decoração de um ambiente corporativo, mas também facilitam o uso de dispositivos e organização das conexões em mesas compartilhadas.

Inclusão de tomadas, conectores, plugues e fontes na decoração

Acessibilidade elétrica: soluções que facilitam a conexão de equipamentos de energia elétrica, de forma fácil e ergonomicamente correta. Isso ajuda tanto na conectividade prática do ambiente, quanto no conforto.

Acessibilidade elétrica

Outras tendências tecnológicas no ambiente corporativo

Por meio da coleta e análise de dados, empresas poderão fazer tomadas de decisões mais eficientes, que favorecem o crescimento de um ambiente corporativo. No entanto, é necessário ter um objetivo definido a fim de escolher aquelas tendências que realmente favorecem essa finalidade. Conheça algumas delas a seguir.

2 – IoT

A Internet das Coisas (IoT) permite a conexão de diferentes dispositivos e objetos à internet. Hoje em dia as pessoas procuram praticidade e soluções inteligentes na rotina, quase sempre agitada.

Entre elas podemos destacar automação de processos dentro e fora do ambiente corporativo. Por exemplo, ativar seu ar-condicionado antes do horário de uma reunião ou deixar que as luzes se apaguem depois do horário final. São propostas muito atraentes e com a chegada do 5G a demanda por projetos assim cresce consideravelmente.

Eles podem ser adaptados com ajuda de aplicativos. Outro exemplo é programar a reprodução de uma determinada playlist com músicas que estimulem o bom humor e o desenvolvimento de ótimas ideias dos colaboradores. Experiências sensoriais são enriquecedoras!

3 – Inteligência artificial

Em diferentes áreas a inteligência artificial auxilia de forma totalmente colaborativa a boa performance. A coleta de dados permite uma melhor personalização no contato com o cliente e uma melhor organização das suas atividades no escritório.

As assistentes virtuais são de grande auxílio àqueles que querem manter o ambiente corporativo organizado constantemente e sempre contar com informações relevantes para garantir a satisfação do cliente.

4 – Realidade aumentada

Lembra que falamos do quanto a tecnologia no mobiliário corporativo colabora na área de decoração? Por meio de óculos de realidade aumentada, o profissional poderá oferecer uma solução totalmente fiel à realidade. Isso principalmente na hora de mostrar o anteprojeto ao cliente. Além de ser muito atrativo, aumenta o diferencial competitivo da sua marca.

Durante a leitura, você conheceu algumas tendências tecnológicas para seu projeto de melhoria em um ambiente corporativo. Portanto, conte com ajuda dos recursos tecnológicos e também na escolha de produtos de qualidade.

A QTMOV dispõe de soluções que apresentam acessibilidade e praticidade no uso de dispositivos, agregando mais valor a qualquer mobiliário corporativo. Conheça algumas delas em nosso site!